Florianópolis – Pontos turísticos, hotéis e praias!

Olá pessoal, como vão? Estou aqui hoje para contar minha experiência com Florianópolis (SC), uma cidade encantadora. Digo encantadora pois realmente este lugar possui uma magia inexplicável, um astral único que só pode ser percebido pessoalmente. Para quem não sabe, Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina e uma das três ilhas-capitais do Brasil. Ela possui o IDH mais alto do país e a quarta cidade do Brasil com maior qualidade de vida. Florianópolis está na ilha de Santa Catarina e possui aproximadamente 100 praias. Foram 7 dias, mas o suficiente para conhecer lugares incríveis e compartilhar aqui com vocês.

florianópolis praia joaquina

Os Hotéis de Floripa

Inicialmente meu destino à Florianópolis foi à negócios,  fiquei hospedada no hotel Ibis. O hotel é organizado,  super limpo, já adianto que não me considero uma pessoa exigente mas correspondeu totalmente às minhas expectativas e objetivos que era um lugar para dormir, tomar um banho relaxante e fazer minhas refeições. O hotel possui tarifas em torno de 135 reais e fica na Av. Beira Mar, é localizado no centro de Florianópolis bem conhecido por todos. Fazendo uma breve comparação: A Orla da Beira Mar me lembra o Rio de Janeiro, porém mais fresco e devo dizer mais organizado com menos pessoas na rua.

Para quem quiser ficar hospedado na Av. Beira Mar com o adicional de estar muito bem acomodado recomendo então o hotel Majestic Palace. O hotel possui uma bela estrutura com um elevador panorâmico e  vista para o mar, daí preparem um pouco melhor seus bolsos.

Majestic Palace Hotel - Florianópolis

 

Vida Noturna em Florianópolis

Se você tiver hospedado na AV. Beira Mar não se preocupe com os lugares para comer, ali existem boas variedades como Pizza Hut ( e muitas outras pizzarias), Comida Mexicana, comida Chinesa e lanchonetes (Lanchonete Chuvisco é famosa), além disso tem um shopping ao lado do Majestic Palace. Uma dica: Não recomendo ficar andando pela  rua após as 21horas, percebi que esta é uma das características da região sul do país. Eu como moradora de São Paulo  senti um pequeno desconforto pois a cidade “dorme” mais cedo do que eu estou acostumada ver, as ruas ficam desertas e os ambientes noturnos lotados.

Falando em vida noturna em Florianópolis, recomendo fortemente a Cervejaria Original é um lugar bem legal, atendimento rápido e cardápio variado, além disso possui uma mesa de sinuca para os interessados.

Cervejaria Original - Florianópolis

Vou contar uma história para vocês, um belo dia resolvi explorar outros lugares mas como eu não conhecia nada e estava sozinha resolvi seguir o velho ditado: “Quem tem boca vai à Roma”. Pois então eu peguei minha mochilinha e minha boca e saí para passear. Pedi muitas informações na rua de como chegar ao terminal rodoviário para pegar um ônibus para qualquer praia que seja, pois já digo de passagem que o mar da Beira Mar é proibido para banho.

Infelizmente tenho uma única observação ruim da cidade, os moradores locais não sabem dar informação clara. Todos diziam…”Praia mais perto daqui? Hum….pega o amarelinho!”  Resumindo, do hotel Ibis que fica no centro fui apé até o terminal rodoviário em 30 minutos, chegando lá aproveitei para conhecer o mercado municipal que é ao lado e comi um pastel. Soube que a praia mais próxima seria Barra da Lagoa e para isso existiam 2 formas de transporte: o “amarelinho”( ônibus de cor amarela que passa de hora em hora, um pouco mais caro pois é um expresso com poltronas confortáveis e ar condicionado) ou o “azulzinho” (ônibus circular de cor azul que passa de 15 em 15 minutos e a passagem é barata). É claro que eu como uma Lady humilde fui de azulzinho. 🙂

Mercado Municipal de Florianópolis

As Praias da Ilha de Florianópolis

Este foi o momento em que conheci o povo local da cidade, uma cozinheira com um sotaque muito forte que foi minha guia turística dos pontos que fui passando. Confesso que sem a cozinheira me guiando eu não conseguiria encontrar os lugares bonitos que encontrei: Barra da Lagoa, Praia Mole e Praia Joaquina! Estes foram os lugares encantadores de Florianópolis que conheci.

A Lagoa da Conceição não é muito aconselhado à banho mas vi algumas pessoas na água, à noite é muito badalado (muito mais do que no centro da cidade) e vi muitos estrangeiros no local. A praia Mole é indicada para surfistas vi muitos no local, fui até o farol. A praia joaquina é muito bonita, também indicada para surfistas, antes era chamada de praia do Campeche.  Toda região tem como característica um visual bem natural, muita vegetação e pequenos vilarejos.

Pois bem, me diverti tomei um bronze e na hora de voltar para o centro da cidade me dei conta de que não havia cozinheira mais para me guiar. Felizmente encontrei um rapaz, um manezinho que foi muito cortez e me indicou o onibus para voltar. Manezinho é uma forma carinhosa de identificar o povo humilde, eles possuem um sotaque bem local e são descendentes da antiga colonização portuguesa da região. A ilha de Santa Catarina, por sua posição estratégica como vanguarda dos domínios portugueses no Brasil meridional, passou a ser ocupada militarmente a partir de 1737, quando começaram a ser erigidas as fortalezas necessárias à defesa do seu território. Esse fato resultou num importante passo na ocupação da ilha.

Florianópolis SC - Sul da Ilha

Tanto na parte do dia quanto à noite notei um astral muito naturalista no local. Casas de pizza artesanal, hippies e pessoas em geral com uma “vibe” diferente de outros lugares que conheci. Conheci muitos estudantes de naturologia, até o momento por pura ignorância minha não tinha a menor idéia do que era isso. Esta é uma profissão da área da saúde que utiliza métodos naturais, tradicionais e modernos de cuidado, visando a melhoria e recuperação da saúde, qualidade de vida e o equilíbrio do ser humano com o meio em que vive. E Florianópolis que tem o 4° lugar como cidade com qualidade de vida, parece que faz todo o sentido!

Infelizmente foram poucos dias para eu aproveitar tudo que Florianópolis tem à oferecer. Pretendo voltar em breve, floripa deixou saudade das praias, da cordialidade manezinhos e do alto astral dos naturólogos que prometeram tirar uma fotografia da minha íris. Espero que tenham gostado deste post. 🙂

 

Veja mais: Hotéis em Florianópolis

 

Post Relacionados

Leticia Carvalho

Mineira, de família carioca, vive atualmente na cidade de São Paulo. Com experiência no universo da hotelaria desde sua infância, possui uma bela mistura de conhecimentos em turismo e tecnologia.

3 comentários em “Florianópolis – Pontos turísticos, hotéis e praias!

  1. Gostei muito muito do seu post. Realmente Florianópolis é uma cidade sem igual, não tem nenhuma praia igual a outra. Tem algumas praias do norte da ilha de águas mais mornas no verão: Jurerê, Canasvieiras, Daniela e Praia do Forte (esta ultima gostei bastante).Florianópolis lugar muito diversificado, comida boa, cidade limpa, organizada, pessoas educadas e um local muito tranquilo que traz uma sensação de segurança sem igual.

  2. Muito legal, gostei das dicas! Mas quando eu vou pra lá, eu gosto de ir no The Double Seven (locamob.com.br/the-double-seven/details). Tem música ao vivo e comidinhas deliciosas também (:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *